Qual dos Bernouilli?

Vou te garantir acesso randômico ao meu coração
me fala, de tua alma, os mais constantes temas
E sairemos do amor demonstrando os teoremas
mas refinando, ficaremos sempre na mesma partição.

Não me canceles. Deixa que fique um resto.
Abicissas, mantissas, modos e módulos
uma ou duas raízes, um torus ou polos
do inverso do meu verso ficou ainda um sexto.

Euler gostava de séries, o meu caso é convergência,
sobretudo quando de te perder me sinto na iminência,
se for preciso encerrar-te numa integral, eu faço.

Posso ver valores próprios em teus olhos, no traço,
descobri um terno tensor no detemrinante calculado,
Qual dos Bernouilli não terminaria de ti enamorado?
TPP – 14 de Julho de 2001

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.