Polícia Espanhola molesta pai com filhas na bicicleta – Copenhagenize.com – Bicycle Culture by Design:

Copenhagenize.com – Bicycle Culture by Design: Spanish Police Harass Father on Bicycle.

Publicado em greensavers.pt

Apesar dos esforços de alguma sociedade civil em trabalhar pela mudança de mentalidades, há comportamentos que nunca mudam. Que o diga o inglês Olivier Green, detido na semana passada pela polícia de Pozuelo de Alarcón, subúrbios de Madrid, por levar as suas filhas à escola nesta bicicleta (ver foto).

 

 

 

Segundo conta o britânico no seu blog, os agentes da autoridade abordaram-no de forma agressiva, disseram que a bicicleta não estava homologada para levar crianças e chegaram a pedir uma ficha técnica do veículo, algo que não existe.

 

“A bicicleta é uma Kemper Pack Max Duo, com uma cadeira Bobike Junior e uma Bobike Maxi, ambas homologadas segundo as normas europeias. As minhas filhas têm cinco e dois anos”, explicou Green no seu blog, criado após este episódio.

 

Como conta o cidadão inglês, os polícias implicaram depois pelo facto de ele pedalar 200 metros pelo passeio – para evitar uma parte mais perigosa da Av. Juan XXIII – quando, há dias, a própria polícia lhe tinha dito para ir por aquele local, por ser mais seguro para as crianças.

 

“Acabaram por ficar com os meus dados e vão redigir um carta para a Câmara e outra para os serviços sociais, por ser um pai irresponsável. Um disparate e um absoluto abuso de poder. Há anos que utilizo a bicicleta como meio de transporte diário e levo as minhas filhas ao colégio todos os dias, desde que se começaram a sentar”, explicou Green.

 

“Estou indignado. Indignado por aguentar estas tontarias quando há carros a fazer infracções de todo o tipo, incluindo a falta de respeito pelos ciclistas, pela falta de infra-estruturas adequadas, pelo mau gasto dos dinheiros públicos e dos recursos policiais”, desabafou Green.

 

Entretanto, a história chegou ao mediático Copenhagenize, que está apelar aos seus leitores que passem pelo site do Ayuntamiento de Pozuelo de Alarcón, nem que seja para os responsáveis da cidade terem um outro ponto de vista sobre o incidente.

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.