can’t miss [82] noticiasdoparque.com

Uma saída que deve ficar no horizonte é a separação de metade das ruas das cidades
para uso exclusivo de ciclistas e pedestres. Não é a metade de cada rua, e sim a
metade das ruas da cidade. É também necessário criar proteção contra chuva e sol,
aliás, esta proteção contra chuva e sol poderia integrar um sistema de captação de
energia solar ou aeólica, são muitos quilómetros quadrados de coletores solares para
produzir energia elétrica para a cidade protegendo-nos enquanto circulamos saudávelmente
em bicicleta.

na bicicleta

A bicicleta veio para ganhar!Rita Esai

“A bicicleta veio para “ganhar” tempo, dinheiro, melhor ambiente, menos carros e boa disposição. Tem vindo a ter cada vez mais adeptos. No meu caso, vejam como tudo começou.

O Gonçalo Peres, da Cineteca, residente na zona sul, propôs-me que fosse para o meu local de trabalho, de bicicleta. Pensei que fosse impossível pois é em Marvila, na ESAI- Escola superior de atividades imobiliárias, e tem umas subidas capazes de dissuadir, rapidamente, um iniciado. Voltou a lembrar-me, até que, no dia 14 de outubro, resolvemos fazer o primeiro trajeto: Cineteca – ESAI. Demorámos 35 minutos e percorremos 3,800km.

Para terminar, resta-me motivar todos os que têm possibilidade, para adotarem a bicicleta como meio de transporte. Para além de tudo o que foi dito, contribui para aumentar o nosso bem-estar e, consequentemente, a nossa felicidade. Se necessitarem de ajuda recomendo o Bike Buddy – “grupo…

Ver o post original 33 mais palavras

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s