Empresas ou países que você nem imagina, usam Linux

Para começar, naturalmente, o Banco do Brasil usa Gnu/Linux

Banco do Brasil usa Gnu/Linux

Banco do Brasil usa Gnu/Linux

e tem outras empresas que usam Gnu/Linux que vou por escolha pessoal omitir, você pode ver quais são aqui

Eu vo copia do site indicado aqui  algumas outras que eu realmente não esperava que usassem Gnu/Linux e que um pouco me espantou, mas as razões são óbvias: custo mais baixo, segurança mais alta, desempenho muito melhor.  Na maioria dos casos e algumas das exceções se encontram exatamente entre aquelas que vou omitir aqui, a principal razão foi custo, por exemplo esta

Escolas na Russia

Escolas na Russia

Como diz o texto em inglês, logo que a Russia “aderiu” ao capitalismo, claro empurrada pela C.I.A. e pelo boy bêbado capacho do Reagan, o Ministério da Educação teve que optar entre comprar as licenças do sistema as escolas usavam ou sair para um solução de baixo custo, Gnu/Linux e, ainda como diz o texto, embora professoras e alunas não tivessem nenhuma experiência com Gnu/Linux a transição está sendo feito sem grandes traumas.

O exemplo das escolas russas de certa forma é semelhante a uma grande parte das escolas brasileiras, sobretudo entre as escolas públicas, e exatamente pela mesma razão, custo.  Você ainda ver alguns casos escolares abaixo. Aqui está o futuro mudando, uma grande de crianças está saindo da prisão do software privado para a liberdade do software livre portanto em breve já começaremos a ver a paisagem mudando com gente nova sabendo que outra coisa existe além daquela gosma que costuma vir pregada nos computadores.

Cuba Livre

Cuba Livre

A foto é uma sacanagem deste site, selecionaram uma foto dum velho carro, coisa comum na Ilha de Cuba que vive 50 anos de bloqueio econômico do gigante vizinho ao norte. Para minha surpresa a data mudança é 2009 praticamente 19 anos depois que foi criado Gnu/Linux e 13 anos depois de mim que comecei a usar Debian/Gnu/Linux em 1996 embora já tivesse tentado diversas vezes desde 1995 mas naquela época não era uma transição fácil.

No meu caso foi por puro acidente, claro, também uma decisão política.  Vale a pena contar a minha história. Eu usava, como a maioria das pessoas, aquela coisa à qual vivia preso. E tentava, uma vez ou outra, Gnu/Linux, mais por curiosidade que por qualquer outra razão. Numa dessas vezes aconteceu o acidente, brincando com coisa perigosa, e naquela época Linux era realmente perigoso, eu dei o comando fatal num terminal em que eu estava operando como root, o administrador do sistema:

rm *

O comando rm do bash, que é o programa que intermedia Linux para o usuário, é o comando para apagar e o asterisco quer dizer “tudo” e ai escutei claramente o zumbido do HD rodando numa apagação completa.  Até hoje eu não consegui recuperar a versão nova do meu livro Cálculo Avançado que eu havia re-escrito na férias de 1995 portanto a versão que pode ser baixada da Sobral Matemática é a versão incompleta que consegui recuperar dum diequete porque a versão nova estava no HD que o rm eliminou.

Depois deste acidente eu instalei Debian/Gnu/Linux exclusivamente no meu computador, afinal, eu havia queimado as caravelas!

Na Espanha

Na Espanha

A municipalidade de Extramadura, na Espanha, criou a sua própria distribuição baseada em Debian/Gnu/Linux chamada LinEx (Linux de Extremadura) que terminou se espalhando por grande parte do território espanhol.

Universidades Alemãs

Universidades Alemãs

Centenas de milhares de estudantes, professores e funcionários de Universidades Alemãs tem o SuSe Linux à sua disposição.  SuSe Linux é um produto empesarial, mas como todas as distribuições Linux vendidas, elas tem que se conformar à condição da GPL o que as torna mais baratas mesmo quando sendo vendidas uma vez que comprada uma caixa ela pode ser instalada em quantos computadores o dono da caixa quiser e inclusive pode ser emprestada ou copia para que outros a instalem. O dono da caixa do SuSe Linux e realmente o dono da caixa que ele comprou e pode fazer com ela o que bem desejar, bem diferente do outro sistema frequentemente usado que termina forçando as pessoas a se tornarem ilegais ao lhes impedir de fazerm o que quiserem com a caixa que compraram com o sistem.

A Georgia passou para Gnu/Linux também pelo preço

A Georgia passou para Gnu/Linux também pelo preço

O caso da Georgia também foi de custo, entre ter que pagar cada instalação unitária a uma poderosa firma, o país optou por instalar Linux gratuitamente.

Madedonia usa Linux

Madedonia usa Linux

A República da Macedônia  já começou certo, é um país com 15 anos de história e usando Linux há sete anos.

A municipalidade de Munique usa Linux

A municipalidade de Munique usa Linux

Munique, como eu, usa Debian/Gnu/Linux o sistema operacional mais completo e mais seguro que existe no mundo.  Claro, em Munique há um centro municipal de técnicos para suprir as dificuldades que o Debian/Gnu/Linux oferece para o usuário comum o que faz com que muitos optem por SuSe  ou Ubuntu, ou até mais recentemente por Mint uma distribuição recente que tem um sistema de instalação extremamente amigável. Mas o segredo que é que Ubuntu, Mint foram construídas em cima de Debian/Gnu/Linux…  Como a municipalidade de Munique, eu prefiro o original.

A municipalidade de Mexico usa Linux

A municipalidade de Mexico usa Linux

Desde 2001 que a municipalidade de Mexico optou, por custo, a saída Linux.  Começou e nunca voltou a atrás.

Neste caso, o parlamento Francês, confesso que fiquei surpreso

Neste caso, o parlamento Francês, confesso que fiquei surpreso

Os funcionários do parlamento francês mencionam custo e segurança. Aliás, isto lembra-me uma anedota. Dizem que uma grande empresa americana de software, e aliás, terrivelmente invasiva, fez uma reclamação formal ao governo dos Estados Unidos da America do Norte mencionando que uma grande agência do governo, exatamente a de espionagem, usava software livre o que a tal empresa americana apontava como um grave erro para a segurança dos Estados Unidos da America do Norte. Dando sequência à reclamação o governo questionou a tal Agência de Segurança a respeito da queixa tendo recebido como resposta que sim, era exato, a agência usava software livre e continuaria a fazê-lo, exatamente para garantir a segurança do governo americano. Este é um dos casos que vou eliminar da minha lista mas que você pode encontrar aqui. Afinal não me deixa nem um pouco satisfeito saber que algumas agências de espionagem fazem uso de um sistema tão amigável e tão cooperativo como é Gnu/Linux e não dá-me nenhum orgulho em tê-las como companheiras.

Aqui um problema que venho enfrentando seguidamente, tentei instalar Debian/Gnu/Linux na minha bicicleta sem sucesso.

Aqui um problema que venho enfrentando seguidamente, tentei instalar Debian/Gnu/Linux na minha bicicleta sem sucesso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s