Um exemplo de equações diferenciais: viagem de Rosetta e seus impulsos gravitacionais

Roseta  levou 12 anos viajando e usando impulsos gravitacionais da Terra e de Marte para conseguir se aproximar do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko agora no final de 2014 onde deixou Philae que vai seguir captando informações sobre o cometa para enviá-las à Terra à distância de 28 minutos-luz.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s