Pr’a quem ?

Pr’a quem ?

Edgard Venant

Vou te garantir acesso randômico ao meu coração,
me fala, de tua alma, dos mais constantes temas
E sairemos do amor demonstrando os teoremas
mas, refinando, ficaremos sempre na mesma partição.

 

Nao me canceles. Deixa que fique um resto.
Abcissas, mantissas, modos e módulos
Uma ou duas raizes, torus ou polos,
Do inverso do meu verso ainda ficou um sexto.

 

Euler gostava de séries, o meu caso é convergência
sobretudo quando de te perder me sinto na iminência
se for preciso encerrar-te numa integral, eu faço.

 

Posso ver valores próprios em teus olhos, no traço
descubri um terno tensor no determinante calculado.
Qual dos Bernoulli não terminaria de ti enamorado?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s