98º Aniversário da REVOLUÇÃO SOCIALISTA DE OUTUBRO!

Está a ler »
Tribuna Popular

98º Aniversário da REVOLUÇÃO SOCIALISTA DE OUTUBRO!

A 25 de Outubro (7 de Novembro) de 1917 a insurreição começou, a Guarda Vermelha e as tropas revolucionárias tomaram as estações de caminho-de-ferro, os correios, o telégrafo, os ministérios e o Banco do estado. O Pré-Parlamento foi dissolvido.

O Smólni, onde estavam instalados o Soviete de Petrogrado e o Comité Central dos bolcheviques, torna-se o estado maior da revolução, partindo daí as ordens de combate.

Em oito meses, desde a 2ª revolução russa de Fevereiro de 1917 e derrota do czarismo, até Outubro de 1917, o partido bolchevique realizou uma tarefa muito difícil: conquistar a maioria da classe operária, os sovietes e atrair milhões de camponeses para o lado da revolução socialista.

Passo a passo desmascarou a política dos partidos da burguesia (socialistas-revolucionários, mencheviques e anarquistas), orientada contra os interesses dos trabalhadores.

O partido bolchevique desenvolveu um enorme trabalho político na frente e na retaguarda, preparando as massas para a Revolução Socialista.

Nesse período, os momentos decisivos na história do partido bolchevique foram:

– Chegada de Lenin da emigração;
– As “Teses de Abril” de lenin;
– A Conferência de Abril, do partido bolchevique;
– O VI Congresso do partido bolchevique.

Após a Revolução de Fevereiro, as organizações do partido bolchevique que estavam na clandestinidade passaram para a legalidade e acontecendo o desenvolvimento impetuoso da sua organização.

A maioria do partido (bolcheviques), Molotov, Stalin e outro dirigentes defendiam a censura ao governo provisório e a luta contra as guerra imperialista (1ª guerra mundial), enquanto que a minoria (mencheviques) defendia uma posição conciliadora e oportunista de apoio ao governo provisório.

Sentia-se a ausência de Lenin, o líder do Partido.

A 3 de Abril (16 de Abril) de 1917, após um longo exílio na Suiça, Lenin regressa à Rússia.

A chegada de Lenin teve uma importância enorme para o Partido e para a Revolução.

Lenin chegou à noite á Gare da Finlândia, e na estação de caminho-de-ferro e na praça fronteira juntaram-se milhares de operários, soldados e marinheiros, para o receberem.

Lenin entregou-se imediatamente ao trabalho e apresentou as já famosas “TESES DE ABRIL”.

Elas são um plano genial de luta do partido para a passagem da etapa da revolução democrático-burguesa à étapa da revolução socialista.

As medidas económicas de transição do capitalismo ao socialismo eram:

– nacionalização de todas as terras do país e sua confiscação aos latifundiários;
– fusão de todos os bancos num banco nacional único, sob controlo dos Sovietes;
– introdução do controlo sobre a produção social e a distribuição dos produtos.

No plano político:

– passagem da república parlamentar à REPÚBLICA DOS SOVIETES;
– poder nas mãos do proletariado e das camadas pobres do campesinato;

No dia 24 de Abril iniciaram-se os trabalhos da VII Conferência do partido bolchevique (CONFER~ENCIA DE ABRIL).

Lenin expôs todos os aspectos já referidos na Teses de Abril. A palavra de ordem “TODO O PODER AOS SOVIETES” significava pôr fim à dualidade de poderes (governo provisório e Sovietes) e entregar todo o poder aos Sovietes.

Tiveram grande destaque as intervenções de Lenin e Stalin.

Na Conferência de Abril foi desmascarada a linha oportunista e anti-leninista, a Conferência apoiou unanimemente Lenin e a linha para a vitória da revolução socialista.

O Governo Provisório, integrado por mencheviques e socialistas revolucionários incrementou a sua política de liquidação dos direitos democráticos do povo e a repressão militar contra os operários e soldados.

Terminou a dualidade de poderes, mas a favor do governo provisório, uma vez que os Sovietes foram tomados pelos mencheviques e socialistas revolucionários e passaram a ser puros apêndices do governo provisório de Kerenski.

Terminara assim o período pacífico da revolução democrático-burguesa.

Face a esta grave situação, o partido bolchevique decidiu mudar de táctica, passar á clandestinidade e resguardou o seu líder Lenin na clandestinidade.

Começou a preparação do partido bolchevique para o derrubamento do poder da burguesia pela força das armas e para a instauração do Poder Soviético.

Assim, entre 26 de Julho e 3 de Agosto de 1917 reuniu-se o Comité Central, clandestinamente, em Petrogrado, o VI Congresso do partido bolchevique. A “bufaria” andou a ver se descobria o local mas em vão, pois não o conseguiu.

Lenin não pôde assistir ao Congresso, mas do seu refúgio clandestino dirigiu os trabalhos através dos seus camaradas ,de Petrogrado, Stalin, Sverdlov, Molotov e Ordjonikidze.

Os trotskistas queriam que a revolução proletária só se desencadeasse após ter ocorrido no Ocidente, o que foi considerado por Stalin como uma ideia “caduca”, uma via do marxismo dogmático, quando se impunha a aplicação do marxismo criativo.

O VII Congresso aprovou os novos estatutos do partido e os princípios do centralismo democrático.

Todas as decisões do VII Congresso estavam orientadas para a preparação do proletariado e do campesinato pobre para a insurreição armada, para a revolução socialista.

No dia 7 de Outubro de 1917, Lenin regressou clandestinamente da Finlâdia a Petrogrado.

A 24 de Outubro (6 de Novembro) de 2017, pelas 11 horas sai o apelo do DERRUBAMENTO DO GOVERNO PROVISÓRIO!

No centro bolchevique da insurreição, no Smólin, concentram-se soldados revolucionários e guardas vermelhos. A insurreição começava a desenvolver-se. No mesmo dia, à noite, Lenin chegou ao Smólin tomando logo a responsabilidade de direcção da insurreição.

Em 25 de Outubro (7 de Novembro) de 2017 avançam, era o COMEÇO DA REVOLUÇÃO SOCIALISTA DE OUTUBRO.

Foram tomadas as estações de caminhos-de-ferro, os correios, o telégrafo, os ministérios e o Banco do Estado. O Pré-Parlamento foi dissolvido.

No Smólni estavam instalados o Soviete de Petrogrado e o Comité Central dos bolcheviques, sob a direcção de Lenin, tornando-se o estado maior da revolução e partindo dali as ordens para os combates.

Com o ribombar dos seus canhões apontados ao Palácio de Inverno, o cruzador Aurora anuncia o começo de uma nova era – a era da GRANDE REVOLUÇÃO SOCIALISTA DE OUTUBRO.

Nesse dia os bolcheviques publicaram um apelo “Aos cidadãos da Rússia”, onde anuncia que o Governo Provisório burguês estava DEPOSTO e o PODER DO ESTADO tinha passado para as mãos dos SOVIETES.

Na noite de 25 para 26 de Outubro, os operários, soldados e marinheiros revolucionários tomam de assalto o Palácio de Inverno e prendem o governo provisório.

A insurreição armada em Petrogrado tinha vencido.

Entre Outubro de 1917 e Janeiro-Fevereiro de 1918 a Revolução Socialista de Outubrob estendeu-se a todo o país.

Os Sovietes foram instalados em todos o país, a um ritmo acelerado, que Lenin classificaria como “marcha triunfal do Poder Soviético”

A GRANDE REVOLUÇÃO SOCIALISTA DE OUTUBRO VENCERÁ!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s