Consumou-se o golpe

Washington Luiz Teixeira Rabelo

Consumou-se o golpe.
Pra mim, essa parte da história encerrou-se ontem, no dia 29, e de forma memorável.
Não acompanhei a votação desse lúgubre dia 30. Não valia a pena.

Pessoalmente, senti certo orgulho da última representante da  nossa geração ter-se conduzido no dia 29 de agosto de 2016, de forma tão magistral perante um senado pequeno, medíocre e sem expressão.

Era uma estadista, era uma professora de contabilidade publica, gestão publica, economia, direito, história econômica, ética, política, falando pra alunos inexpressivos e sem brilho.

Na época nossa, tínhamo-nos respeito mútuo nós do PCB, e eles de organizações menores, e tínhamos a distância respeitosa correspondente exatamente às nossas diferenças.
Eles tinham optado pela luta armada. Pra nós, na nossa forma de ver, eles
tinham optado pela via errada. Mas nós e eles sabíamos que lutávamos de um mesmo lado da história.

Ontem, essa altiva companheira Dilma Roussef encerrou a nossa história com chave de ouro. Mostrou-se digna representante de uma geração que não se curvou.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s