Negligência e corrupção explicam o desastre de Mariana. Entrevista com Apolo Heringer Lisboa

Apresentamos a 37ª edição do Boletim Por Outro Desenvolvimento.

Apolo Heringer Lisboa analisa o desastre de Mariana a partir da  denúncia de homicídio qualificado feita pelo Ministério Público Federal à Samarco por conta do desastre envolvendo o rompimento da barragem de Fundão (Mariana/MG).

http://www.abong.org.br/biblioteca.php?id=9482&it=10098

Ivo Poletto se refere ao recente encontro do Papa com movimentos sociais de todo o mundo e ao seminário nacional do Fórum Mudanças Climáticas e Justiça Social.

Seremos História? (Before the Flood em inglês) é um documentário sobre as Mudanças Climáticas realizado por Leonardo Di Caprio, embaixador da ONU sobre as questões climáticas.

Divulgue seu trabalho no Banco de Práticas Alternativas!
Boletim n.º 37  – 09/11/2016

Negligência e corrupção explicam o desastre de Mariana. Entrevista com Apolo Heringer Lisboa

Segundo o autor, a denúncia feita pelo MPF demonstra o “passo a passo que gerou o desastre”, inclusive casos de “negligência por parte da empresa e do Estado” envolvendo a concessão de “ad referendum à Samarco pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente, desrespeitando decisões legais anteriores”.

A carta refere-se às denúncias que os participantes trouxeram e mostra como é possível outro caminho: a economia da vida promove a descentralização do poder político, econômico e cultural, a valorização da unicidade (comunidade da vida que habita a Casa Comum) e da diversidade humana e biológica.
——————————————————————————————

Precisamos construir um mundo novo (programa de rádio)

Em referência ao recente encontro do Papa com movimentos sociais de todo o mundo e ao seminário nacional do Fórum Mudanças Climáticas e Justiça Social, Ivo Poletto comenta que o Papa foi contundente em sua denúncia da dominação financeira atual, além de ter manifestado seu apoio às lutas dos/as trabalhadores/as, dos movimentos sociais e comunidades pelos seus direitos. Já o seminário reforçou a busca de alternativas ao modelo de desenvolvimento dominante.
——————————————————————————————

Seremos história? (vídeo)

Em documentário sobre as Mudanças Climáticas realizado por Leonardo Di Caprio, o ator viaja por todo o mundo registrando os desastres ambientais que estão ocorrendo e entrevistando cientistas e líderes políticos sobre as condições atuais do planeta Terra e o que é possível fazer para evitar a catástrofe e construir condições dignas de vida.——————————————————————————————

Conheça o Banco de Práticas Alternativas e divulgue o seu trabalho!

O Banco de Práticas Alternativas é uma iniciativa da Abong e do Iser Assessoria que procura reunir e divulgar experiências práticas que apontam para a construção de um novo paradigma de desenvolvimento que conjugue justiça social, radicalização da democracia e a convivência harmoniosa com o meio ambiente no campo, na floresta e nas cidades.

A proposta é que as próprias organizações responsáveis cadastrem as experiências que consideram positivas. Para isso, basta preencher um cadastro on-line (clique aqui para acessar), que será posteriormente validado pela equipe da Abong. Participe e divulgue seu trabalho!
——————————————————————————————

Projeto Novos paradigmas de desenvolvimento: pensar, propor, difundir

Na visão da Abong – Organizações em Defesa dos Direitos e Bens Comuns e do Iser Assessoria – Religião, Cidadania e Democracia, há uma consciência crescente da gravidade do desastre ecológico atual, assim como das sérias consequências em termos de mudanças climáticas. É urgente ampliar o debate público sobre como devemos organizar a sociedade e repensar a economia para dar conta dos problemas ambientais que a humanidade está vivendo.

Assim, o Projeto Novos paradigmas de desenvolvimento: pensar, propor, difundir visa a somar a capacidade de mobilização nacional e internacional da Abong, sua estrutura, credibilidade e representatividade com a competência acumulada pelo Iser Assessoria no tratamento teórico e prático do tema de desenvolvimento justo e sustentável por meio da articulação com especialistas nacionais e internacionais, Organizações da Sociedade Civil (OSCs) e movimentos sociais de base a fim de contribuir para a construção e difusão de um paradigma alternativo ao modelo de desenvolvimento dominante. Saiba mais aqui e acesse outros conteúdos aqui.
Boa leitura!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s