É a negação da caridade, hahahaha!

Pois é, em 2015, o deputado evangélico Fábio Silva (PMDB) tentou aprovar uma lei que multava quem fizesse sátiras religiosas. Conseguimos, naquela época, reunir milhares de cidadãos e humoristas que se organizaram contra o projeto e enterramos a censura. Agora, o mesmo deputado, fiel aliado de Eduardo Cunha, tenta aprovar uma lei ainda mais absurda: ele quer que as igrejas tenham prioridade em procedimentos administrativos ou judiciais no Estado do Rio. Hoje, essa regra vale apenas para idosos e/ou pessoas com deficiência.

Ou seja, se você entrar com um pedido de alvará e uma igreja qualquer também, o processo dela será julgado na frente. Se você estiver aguardando uma sentença judicial e uma igreja também, o julgamento dela será na sua frente.

O projeto foi aprovado em primeira votação no dia 13 de junho, e deve voltar ao plenário para a segunda votação na próxima semana!
Estado é laico e os cidadãos é que devem vir primeiro

Precisamos agir rápido e encher a caixa de mensagens dos deputados estaduais exigindo que o projeto seja derrubado. Não podemos permitir que igrejas conquistem mais esse benefício! O Estado é laico e deve continuar sendo!

E depois estes trolhas que se dizem religiosos, defendem a lista dos 10 mandamentos onde se encontra “amar o próximo como a si mesmo” e até tem uma passagem do evangelho se referindo a este mandamento como tão importante quanto o primeiro.

Como querer passar na frente sem desrespeitar o “amor ao próximo”? hahahahaha! É poristo que detesto religiosos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s