Análise de Conjuntura

A Associação dos Amigos da ENFF convida seus amigos e amigas a participarem da Análise de Conjuntura com o professor de ciência política da Unicamp Armando Boito.

A atividade será no auditório do Sindicato dos Advogados de São Paulo, no dia 28/10 (sábado) das 10h às 12h.

Garanta sua inscrição enviando NOME e RG para visitaenff@amigosenff.org.br 

Imagem de divulgação: https://goo.gl/yAAPFg

Sindicato dos Advogados de SP
Rua Abolição, 167
Bela Vista – SP
Próximo ao metrô Anhangabaú
Obs: o auditório fica no 2º andar
 

Abraços fraternos,
Associação dos Amigos da ENFF.

Atletas Americanos estão protestando nacionalmente contra a política desumana de Trump

Seahawks and Titans Stay in Locker Rooms

Neither the Seattle Seahawks nor the Tennessee Titans took the field for Meghan Linsey’s singing of the national anthem in Nashville.

While the Titans not participating was somewhat of a surprise, the Seahawks had announced in advance that they would not be on the field. Their statement said:

“As a team, we have decided we will not participate in the national anthem. We will not stand for the injustice that has plagued people of color in this country. Out of love for our country and in honor of the sacrifices made on our behalf, we unite to oppose those that would deny our most basic freedoms. We remain committed in continuing to work towards equality and justice for all.

Respectfully, The Players of the Seattle Seahawks.”

The complete absence of players made for a bizarre scene where team mascots and game officials were the only things the television cameras had to focus on besides the flag and Linsey. Unlike at some other stadiums, where fans booed at the protests, the fans in Nashville were eerily quiet during the anthem, and after its conclusion Linsey took a knee on the field.

o catador Ricardo, além da violência, ele foi vítima da invisibilidade social

Há dois meses, perdemos o catador Ricardo. Além da violência, ele foi vítima da invisibilidade social.

Um movimento para mudar a relação de SP com esses heróis invisíveis vai começar. E o primeiro passo é celebrar a existência dos catadores com um monumento! Contribua!

Oi, pracianopereira! Queria te falar sobre uma treta.

Faz dois meses que o Ricardo Silva Nascimento, catador de materiais recicláveis, foi morto pela Polícia Militar. Eu estava a alguns metros do local. Lembro do Thiago Mundano (Pimp My Carroça) chegando desesperado com essa notícia aqui perto do escritório da Minha Sampa.

No dia seguinte, ajudamos a organizar a vigília em homenagem ao Ricardo, e junto com os moradores e catadores do bairro percebemos que era preciso fazer mais.

Para impedir que essas atrocidades aconteçam novamente, pensamos na criação de um monumento, e o batizamos de Heróis Invisíveis. Além de servir como homenagem ao Ricardo e a todos os catadores que sofrem violência, acreditamos que o monumento dará visibilidade a toda essa categoria de agentes ambientais.

A ideia é que não seja só uma estátua, mas sim um marco de uma nova relação entre os paulistanos e paulistanas com os catadores. A gente acha essa ideia linda! Só que para tirá-la do papel, temos que levantar R$17 mil nos próximos 30 dias.