Exame de qualificação, qualifica?

Quando fui aceito para o doutoramento em Upsala, o orientador, Sten Kaijser, olhou o meu currículo de bacharel em Matemática pela Universidade do Ceará (agora é
a Universidade Federal do Ceará), e pode ver que eu fora reprovado no 1º ano
duas vezes, reprovado no 2º ano, reprovado no 3º ano e uma reprovação no 4º ano. Mas eu já havia sido aceito!

Ele me
perguntou se eu não fazia uma prova para que ele visse o que eu sabia,
e alegou com uma certa desconfiança que ele não sabia o que significava
ser bacharel em Matemática pela Universidade do Ceará que então
era uma universidade bem desconhecida.

Naquele momento eu já estava bem melhor eu já havia lido boa parte do parte
do livro do Rudin, Real and Complex Analysis, (e feito os exercícios, todos
não, mas uma grande parte) respondi: Ok, marque que eu faço.

Ele contemporizou, disse-me que eu pensasse um pouco, que analisasse os
exames oferecidos e depois voltasse para conversar com ele para lhe dizer
qual eu queria fazer.

Insisti: não, marque logo!

Aí ele não teve dúvida, puxou a oferta de provas e havia uma prova de
variável complexa marcada para o sábado, e ele ainda me perguntou: topa?

Não duvidei: sim!

No sábado fiz a prova e o resultado foi para a mesa dele e depois eu fui lá
conversar com ele. O exame consistia
de 7 questões, a nota na Suécia é base 7, 7 é o 10 deles. Eu havia feito
uma questão.

Quando cheguei para conversar com Sten,
o meu orientador de doutorado, ele riu: uma questão?

Devo ter mostrado uma cara meio lambida: eh!

Sua reação foi extraordinária! Eu estava REPROVADO! Seu comentário foi:
“mas esta questão que você fez foi muito bem feita, você domina a matéria,
apenas é muito lento!” E se virou para estante atrás dele, puxou um
livrinho de umas 100 páginas, do Knopp – Exercises in Complex Analysis e me
disse: faça todos os exercícios deste livro e os traga aqui. Quando eu
completei a metade, ele me disse que estava satisfeito e começamos os
seminarios do doutorado – terminei o doutorado em quatro anos sem ter feito
mestrado.

Você tem que fazer o mesmo! Manda brasa, 100 páginas de exercícios! Quando
fizer 100 o 101 fica trivial! E não tem nenhuma outra receita! E vou ser
maldoso, faz uma busca e procura os 100 exercícios do Arnold. Arnold
publicava de vez em quando uma lista de 100 exercícios que ele fazia como
o Sten Kaijser fez comigo, ele dava esta lista para quem quisesse ser
orientando de doutoramento dele, e tem casos ficaram anedóticos, mas
tenha cuidado com sua auto-estima, os problemas do Arnold são realmente
maldosos embora Arnold tenha sido um ser humano exemplar. Enfrente os
exercícios com a certeza de que eles foram montados por Arnold para ver
se a estudante, uma dos casos anedóticos é duma mulher, doutora, mexicana, orientada
por Arnold. Ele queria saber se a estudante tinha garra, não é que estivesse preparada, pois ao fazer a lista ficaria preparada, mas se tinha garra para enfrentar a lista. Ele queria estudantes com garra! Como foi o caso do Sten comigo!

Mas tem uma anedota russa sobre Arnold, Vladmir Arnold, que era russo. Ele foi convidado para uma série de palestras em Leningrad (sim, eu sei, trocaram o nome, agora St Petersburg).  Na palestra, Arnold cometeu um erro, mas segui em frente provavelmente com um sorriso nos lábios, ele era bem maldoso! La na frente estava dando tudo errado e ele balançou a cabeça e voltou atrás, lá para o ponto em que havia cometido o erro, algo do tipo cos'(x) = sin(x), corrigiu e voltou acertando as contas.  Quando terminou a palestra ele comentou com o cara que o havia convidado “os alunos ou são muito ruins ou não prestam atenção, não pegaram o meu erro”, o seu colega respondeu, “eles viram, mas ficaram espantados que Arnold não soubesse que  ‘cos'(x) = – sin(x)’ e ficaram com receio de falar….”

Arnold é um dos meus gurus na Matemática.

Um pensamento sobre “Exame de qualificação, qualifica?

  1. Pingback: Exame de qualificação, qualifica? | Matemática em Sobral | BRASIL S.A

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.