As sociedades científicas e culturais emitiram um grito de dor

Foi um gemido de dor pelo CNPq em que as sociedades culturais se reuniram num manifesto.

E não é somente CNPq, CAPES, INPE, CPF, IMPA que estão em perigo, são todas as Universidades Pública brasileiras e a reposição do orçamento do CNPq não irá salvar as Universidades brasileiras da destruição e muito menos nos salvar, nós professores universitários que estamos morrendo de estresse porque nos tornamos igual que os cientistas do INPE, todos celetistas embora ainda continuem nos chamando de funcionários públicos.

O manifesto assinado por algumas sociedades científicas e culturais brasileiras gemendo pelo sintoma do golpe que é a destruição do CNPq, CAPES, INPE foi apenas um gemido inconsequente.

Preferiam gritar contra o sintoma deixando de lado a doença que o ditador de plantão que obviamente vai ignorar o grito até porque ele já enviou um coronel que pousa de astronauta para mostrar a porta da rua a um cientista porque para o ditador e aqueles que o mantém desmandando e desmatando o Brasil que são os banqueiros e os braços locais dos “ricos”, os lacaios que são “ricos nacionais” que se reúnem no clube que eles chamam de “mercado”. A estes interesse pouco a ciência até mesmo porque ela atrapalha mais do ajuda. A eles interessa o consumismo predatório que está por trás do aquecimento global, do lixo plástico nos oceanos e os cientistas ou devem estar disposto a cooperar ou são simplesmente inúteis.

O problema é o falso impeachment e a derrubada da Dilma e a grande maioria dos membros das sociedades científicas tem a doença do antipetismo que os impede de compreender que de 2003 a 2014 o Brasil se tornou a 6ª economia do Mundo o que tornou possível a vacina contra o zica, para mencionar um feito da ciência brasileira porque do contrário eu terminaria por montar um dicionário de avanços tecnológicos que somente foram possível porque o Brasil ainda tem uma reserva de alguns bilhões de dólares que se encontra por trás da vacina do zica e quem não entender isto é porque faz parte do problema, quero dizer do golpe.

Pedir que a ditadura militar que reponha o orçamento do CNPq, CAPES, INPE é brincadeira porque o idiota que se encontra de representante da ditadura militar-financeira nem mesmo entende o que estas siglas significam. Se as sociedades científicas e culturais agissem politicamente o que é uma forma científica de fazer, se juntariam ao clamor que nós estamos fazendo para o golpe fosse desfeito, que Dilma fosse resposta na Presidência da República, que as eleições fraudadas fossem anuladas, que o prisioneiro político que tornou o Brasil a 6ª economia do mundo e que teria sido eleito novamente presidente não fosse o uso do judiciário com fins políticos, seja solto e possa concorrer às eleições junto com quem queira concorrer com ele e que os cientistas brasileiros votem em quem bem lhes interessar, seja Alkimin, Doria, Serra ou possivelmente o fhc mas que eu tenha o direito de voltar em Lula, eu que estive na oposição acompanhando o meu sindicato, a ANDES e que apenas não acompanhei a ANDES no seu silêncio criminoso facilitando o golpe.

E não é somente CNPq, CAPES, INPE, CPF, IMPA que estão em perigo, são todas as Universidades Pública brasileiras e a reposição do orçamento do CNPq não irá salvar as Universidades brasileiras da destruição e muito menos nos salvar, nós professores universitários que estamos morrendo de estresse porque nos tornamos igual que os cientistas do INPE, todos celetistas embora ainda continuem nos chamando de funcionários públicos.

Que estas sociedades saiam do gemido e venham para a luta para que democracia seja reestabelecida.

Um pensamento sobre “As sociedades científicas e culturais emitiram um grito de dor

  1. Pingback: As sociedades científicas e culturais emitiram um grito de dor — Matemática em Sobral | Gustavo Horta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.