Um grupo de ex-funcionários públicos e ilustres acadêmicos.

Puxados por um velhaco, um dos que é responsável pelo golpe que conduz o Brasil para uma situação de risco nas mãos dum psicopata para atender os anseios dos banqueiros que é engolir toda a riqueza da nação. Deixaram de fora o “tosco” Lula, como já falou o velhaco.

Velhaco é a soma de canalha com velho, sim porque ser velho nada significa porque os canalhas também envelhecem. O simples fato de ser velho não dá a ninguém a garantia da confiança dos demais, e muito menos quando o próprio velhaco anuncia que aquilo que ele “escreveu” nada significa nem para ele nem para ninguém. Deixaram de fora o metalúrgico que num período de 12 anos transformou o Brasil na “pedra da corôa” do interesse do capitalismo porque viram que aqui tem uma tal riqueza que é possível um reduzido grupo de egoístas embolsarem 1.2 trilhões, rapidinho, num saque típico de bandoleiros, enquanto o “sistema” segue lentamente distribuindo seiscentos auxílios emergenciais para 50 milhões de pessoas.

O velhaco certamente sabe fazer a conta, mas eu vou ajudar. Os 50 milhões recebendo o valor emergencial, que fica claro, é emergencial e extremamente limitado, somam 300 bilhões o que num ano, e nada garante que se seguiria por um ano, resultaria em 3.6 trilhões, magicamente o triplo do que os banqueiros ensacaram. Portanto, dividido por três, daria em quatro meses aquilo que os banqueiros roubaram em três ou quatro dias provando que quem é rico não ficou assim por trabalhar mas pelo contrário, saqueando. Por isto os que se somaram ao velhaco, isolando o tosco metalúrgico, se igualam ao velhaco e me fazem subir um imenso asco.

Serão os mesmos intelectuais que choram baixinho enquanto o golpe destrói o CNPq, a CAPES, que dão suporte à Fundação Osvaldo Cruz, o Butantã e as Universidades Públicas onde neste momento já poderia estar pronta a vacina não fossem os três anos que já seguem do golpe dos banqueiros que fora o mais recente saque, já engoliram parte da Previdência e destruíram também parte importante da riqueza que o tosco metalúrgico ajudou a fazer crescer a um ponto que deixou o Império assustado com a sensação de uma nova China crescia pelo lado da América Latina.

O velhaco e os tolos que o acompanham. É uma pena que a “carta capital” tenha dado guarida ao tolo tosco envilecido.

Um pensamento sobre “Um grupo de ex-funcionários públicos e ilustres acadêmicos.

  1. Pingback: Um grupo de ex-funcionários públicos e ilustres acadêmicos. | Matemática em Sobral | EVS NOT

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.