ALERTE SUR LE CAS DE KHALED

Bonjour à tous,

RSF lance un appel international pour obtenir de toute urgence la libération de son confrère Khaled Drareni, le correspondant de RSF et de TV5 Monde en Algérie actuellement emprisonné. Dans son procès en appel qui a eu lieu mercredi, quatre ans de prison ferme ont été requis contre lui pour avoir couvert les manifestations pacifiques qui avaient lieu à Alger dans le cadre de la mobilisation populaire du Hirak en mars dernier.

Le pouvoir algérien souhaite clairement faire de Khaled Drareni un exemple pour intimider tous les journalistes. Ce réquisitoire de quatre ans de prison est totalement infondé et extrémiste et fait craindre le pire pour notre ami. Devant les juges, Khaled, toujours très amaigri mais calme et souriant a expliqué qu’il n’avait fait qu’exercer son métier de journaliste. Relayer une information ne peut être considéré comme une atteinte à l’unité nationale. 

Nous demandons aux autorités algériennes d’arrêter cette furieuse fuite en avant dans la répression. Faisons tous ensemble de Khaled un symbole de résistance à la censure ! Nous appelons toutes les bonnes volontés à soutenir nos actions sur le terrain en Algérie, partagez le plus possible cette image #WeAreKhaled sur vos réseaux et faites un don dès aujourd’hui à RSF.

Senador Coca-cola Joaquim Silverio

Olho por olho e dente por dente Traído por Joaquim Silvério, companheiro que devia dinheiro ao rei, Tiradentes foi entregue com seu plano em troca do perdão de sua dívida. Sua atitude covarde fez com que 34 ativistas fossem presos, 11 condenados à morte e Tiradentes enforcado. Acompanhe frases sobre traição

Os Joaquins Silvérios seguem vivos e sempre trocando a baba suja por alguns trocados que para muitos ainda é muito dinheiro mas em nada se comparam com o roubo permanente e trilhonario que os banqueiros fazem do Brasil desde o golpe de 2016.

Joaquim Silvério trocou um dívida com o governo representado pelo rei para fornecer os nomes dos patriotas que desejam a INDEPENDÊNCIA DO BRASIL Esta mesma independência que sempre volta a nos encher de ânimo cada vez que passamos pelo 7 de Setembro. Somos irredutíveis patriotas e não deixamos de lado o sonho duma pátria livre, com um povo heróico que viva de pé, um povo que sinta que aqui é a sua pátria, que sinta vibrar na espinha quando vê o pendão verde-amarelo da esperança, esperança também para os povos da Floresta, os Primeiros Povos, para o meu ambiente que a todos nós sirva e a quem nós protejamos como um cenário que é da vida.

Os Joaquins Silvérios seguem vivos e mesmo depois que entregaram a Presidente Dilma em troca de 40% no salário que bem se compara com as 40 moedas com que outro traidor entregou Jesus. A História manterá para sempre o registro destas traições, como agora nos lembramos do traidor Joaquim Silvério que trocou uma dívida pela independência do Brasil e pela morte dos patriotas que lutavam pela nossa independência.

Os Joaquins Silvérios seguem vivos e nos roubam o Banco do Brasil, claro, a porra do Banco do Brasil, como o resto da porra do Brasil que foi para isto que os banqueiros deram o golpe de 2016 porque banqueiro não tem pátria, banqueiro não tem ética, banqueiro não tem moral, banqueiro vive e se alimenta de dinheiro dentro dum terrível video-game que eles chamam de economia. E o mais recente, pelo menos de que ficamos sabendo, foi uma carteirada no Banco do Brasil. Um pouco antes foi 1.2 tri bem no pico da pandemia quando lutávamos para que fosse estabelecido um valor modesto de 600 reais para todas as brasileiras e brasileiros necessitados, para que foi preciso que eles se cadastrassem ainda assim levaram mais de um mes para receber o primeiro auxílio enqanto que os traidores donos dos bancos privados já metiam a mão em 1.2 tri over night sem precisar de cadastro e nem cartão. O o porra do jegues, um tal de guedes, fazia uma trapaça pela qual 3 bi do Banco do Brasil viraram 10%, na verdade uma porra! Os Joaquins Silvérios protegeram a porra do guedes e mandaram que um jornalista se calasse porque aquilo não era assunto para a vir ao público, era assunto familiar de traidores.

E desde o golpe de 2016, derrubaram Dilma, apagaram a CLT que foram planejadas na ditadura de Vargas e que faziam do Brasil um país diferente onde o trabalhador tinha lei.

E desde o golpe de 2016, derrubaram Dilma, apagaram a CLT que foram planejadas na ditadura de Vargas e que faziam do Brasil um país diferente onde o trabalhador tinha lei. Prenderam Lula sem razões e sem crime e até hoje ele permanece com um processo vazio centrado numa sentença imoral por “atos indeterminados” e pese que toda a trama esteja pública os Silvérios dos Reis seguem babando os ovos dos banqueiros e deixando que processo fique em banho maria para que o psicopata milico, criminoso agora venha destruir a carreira dos funcionários públicos, desses que trabalham, que fazem que os hospitais públicos funcionem, que garantem que as Universidades Públicas produzam, que garantem que a Fundação Osvaldo Cruz produza vacinas, ou o Buntantã.

Mas, eu não arredo o pé, eu estou na luta pela Independência do Brasil e estou seguro que quando esta ditadura imundo cair nós nos levantaremos uníssonos para apagar todos os crimes que os Silvérios Reis cometeram e seguem cometendo. E uma Nova Comissão Verdade se erguerá sublime ao lado da Edição Nova da Constituinte de 88 em que agora vamos corrigir o significado do Judiciário, do Congresso, dos militares, e certamente também dos banqueiros.