Porque eu iria trabalhar?

E a mulher do Zé, o balança, o sacode de leve na cama, e ele pergunta:
Que foi, mulher?

Tu não vais te levantar pra trabalhar? Já é quatro horas!

O Zé se senta na cama, dá um tapinha amigo na rosto da companheira, coisa que ele não fazia
a muito tempo. Um tapinha amigo!
Ai o Zé fala!

Olha, eu cheguei ontem era meia noite, tu estavas dormindo, eu me enfiei aqui na cama do teu
lado, com cuidado para não te acordar e logo peguei no sono. Agora eu tenho no bolso uma merrequinha
que eu ganhei ontem no dia inteiro de trabalho. Dá para te deixar um trocado e tu comprares
quatro bananas, uma para ti e mais três para os meninos e para a menina. Uma banana para cada
um para comer o dia todo. Pra mim sobra a grana para pegar o transporte e voltar para trabalhar.
E se nem conseguir o dinheiro do transporte para voltar eu vou ficar na rua e dormir na rua!
Porque eu iria trabalhar?

Onde eu trabalho, numa borracharia, tem mais quatro caras trabalhando junto com dono da borracharia.
Cada pneu que a gente conserta, a metade da grana é do dono da borracharia. E a gente fica sentado no
chão esperando que passe um “problema” e quando aparece o dono manda um de nós tratar do pneu. Se
no dia todo aparecerem quatro “problemas”, é esta grana que eu trouxe ontem que eu ganho num dia
de trabalho. Porque eu iria trabalhar?

E o Zé, passou o braço no pescoço da companheira e a arrastou de volta para dormir! Hoje eu vou tirar
uma folga, vou dormir um pouco mais, mulher. E dormiram! Nem mesmo aproveitaram para trepar coisa que há anos não faziam, afinal o Zé havia “comido” ontem um copo de café com um pedaço de pão que o
dono da borracharia oferecia para todo o pessoal ao meio-dia. Com fome ninguém trepa! E fazia anos que o Zé não dava um abraço daqueles na mulher!

Quando o sol começou a entrar pelos buracos do barraco, a meninada se acordou e correu para a cama
se enfiar ali do junto do pai que não viam a um tempão.

Aí o Zé se levantou, tomou um copo d’água e disse para mulher:Eu vou sair pelo morro ver se encontro alguma coisa.

E saiu o Zé, andou, e não encontrou nenhum trabalho!
De repente ele vê um pinta boa que vinha vindo no sentido contrário, e rapidinho teve uma ideia,
deu um encontrão seguro no pinta boa e os dois caíram sentados no chão! Foi aí que o Zé falou:

— Olha, desculpa, mas se eu tivesse lhe pedido um trocado para eu levar para casa e comprar comida,
você ia se esquivar e me dizer que não tinha dinheiro. Assim, caídos aqui no chão a gente pode
conversar. Eu não estou armado, não tenho faca, não vou te agredir! Eu somente te peço um trocado
para eu levar para casa pra dar de comer a minha mulher e meus filhos. Podes me arrumar uma grana?

O pinta boa riu-se, e confirmou que era verdade. Se ele tivesse tentado lhe pedir uma grana, ele
se iria mesmo esquivar e seguir em frente rapidamente. Ali sentado, ainda com a bunda doendo da queda,
eles eram iguais, ele e o Zé. Sentados no chão o pinta boa meteu a mão no bolso, examinou a carteira
e deu para o Zé a grana do conserto dum pneu. O Zé agradeceu, até apertaram a mão, e o Zé, forte, ainda
se levantou primeiro e ajudou o pinta boa a se levantar e seguiram em sentidos contrários, o Zé
pensando em dar um trambolho em outro pinta boa na primeira oportunidade.

Porque eu iria trabalhar?

Até o meio-dia o Zé já havia juntado a grana de 30 pneus, um mês inteiro de ganhos diários na borracharia!
Foi aí que Zé pensou: É, os banqueiros estão ricos somente roubando! Porque eu iria trabalhar?

Zé voltou pro barraco, ao meio dia, com um almoço que fazia anos que eles não comiam e assim começou
a nova vida de Zé como futuro banqueiro. Porque o Zé iria trabalhar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.