Como se fazem as mudanças no comando do golpe

Estou falando dum CEO duma empresa, e se aplica ao gerente atual do golpe que tem gente ainda chama de “presidente”, como “presidente”? Nem Jánio Quadros, o desajeitado, era tão escroto como esta coisa que foi desovada em Brasília. Melhor chamar de CEO, fica perfeito!

Conta-se que um CEO, (é o nome que eles dão nos meios financeiros, entre eles donos do capital vadio, CEO é o gerente geral, o Chefe do Alto Comando! hahahahahha!)

Pois é, o CEO duma grande empresa, enfrentando dificuldades crescentes no conselho diretor devido às estatísticas mais e mais frequentes de queda do rendimento da empresa, resolveu fazer uma reunião com o cara
que deveria substituí-lo, a cara na sequência de comando, coisa bem do tipo dos comandos militares como é agora o caso do governo no Brasil em tempos de ditadura! Hahahahahahaha!

O CEO geral, em seu último dia de serviço, tem a última conversa com
seu sucessor e nesta ocasião lhe passa três envelopes lhe dizendo:

  • “O meu antecessor, antes de sair, me passou três envelopes lacrados e
    desejo continuar a tradição fazendo o mesmo consigo.
  • Ao primeiro sinal de dificuldades: abra o primeiro envelope.
  • Ante novas dificuldades, abra o segundo envelope.
  • Se os problemas continuarem, abra, então, o terceiro envelope.

Boa sorte!, disse o CEO se despedindo, sorridente, apertou a mão do novo CEO e foi para casa, aposentado, claro, com uma gorda aposentadoria típica dos membros do STF ou do Altíssimo Comando Militar todas devidamente protegidas contra a Deforma da Previdência que afinal eles fizeram o golpe para isto mesmo.

Mas, desculpe-me, e deixe-me continuar a história como novíssimo CEO

O novo CEO arrumou a mesa, deixou tudo a seu gosto no escritório que até então era do outro, e jogou os três envelopes numa gaveta, até pensando que nunca ia ter mesmo problemas, afinal o velho CEO estava velho e tinha mesmo que dar problemas. Ele era novo!

Seis meses depois, os custos aumentaram e as entradas cairão e novo CEO, perturbado, lembrou-se dos envelopes e abriu o primeiro onde havia uma curta mensagem:

-“Culpe-me por tudo!”

No dia seguinte o CEO chamou uma conferência de imprensa e fez
exatamente o que dizia a mensagem. Lembram-se das primeiras falas do Vampirão ou do seu sucessor dentro da linha do golpe? A culpa é do PT!

Passados seis meses as vendas cairão vertiginosamente e, atrapalhado, o CEO abriu o segundo envelope onde estava:

-“Reorganize!”

O CEO novamente organizou uma rodada de imprensa e anunciou uma reestruturação dos setores e a crise passou.

Passado um ano nova crise, tudo começou a ir errado novamente e o CEO se trancou no seu escritório e abriu o terceiro envelope:

-“Prepare três envelopes!”

Enganei-me, estava:

-“Bozo, Prepare três envelopes! e faça uma reunião com o Altíssimo Comando das Forças Armadas!” hahahahaha! Alternativa, solte o Lula que ele acaba com esta bagunça em 48 horas!

A bem da verdade, esta história faz parte dum banco de pequenas histórias controladas por um programa chamado fortune que usualmente vem instalado nas distribuições Linux.

Depois bata digitar num terminal, certo, quem usa Linux sabe usar terminal, hahahahahaha!

“fortune -a”

Por exemplo, digitei o comando e me saiu:

[La guerra] é istintiva. Ma l’istinto si puo’ combattere. Noi siamo
esseri umani con il sangue di un milione di anni di barbarie nelle mani!
Ma noi possiamo fermarlo. Possiamo ammettere che siamo assassini… ma
non uccideremo oggi. E’ questo che serve! Sapere che non uccideremo
oggi!
— Kirk, “A Taste of Armageddon” (TOS), data astrale 3193.0

e novamente,

Pubblicare un volume di versi é come lasciar cadere un petalo di rosa
nel Grand Canyon e aspettarne l’eco.

Divirta-se, instale Linux, trabalhe, se divirta e cresça em inteligência que nunca cairá dentro do Alto Comando das Forças Armadas hahahahahaha!

E para terminar eu digitei o comando de novo, se você entender vai morrer de rir! Se não entender é porque não usa Linux, hahahahahaha! Alias dizem que, no formato binário, tem 10 tipos de pessoas as que sabem o que é computador e usam Linux e as outras, os militares!

I get the following error messages at bootup, could anyone tell me
what they mean?
fcntl_seteal() Caledônia bá processá 51 (LPP) Zika brotense floque() emulativo

They mean that you have not read the documentation when upgrading the
kernel.
— seen on c.o.l.misc

Sugestão, não tente dar um upgrade no kernel, é melhor fazer um upgrade na distribuição, é mais fácil, mais rápido, mais seguro e afinal, você usando Linux, não lhe vai custar nada! Depois se for preciso ajustar o kernel, isto será feito automática dentro do upgrade da distribuição. Tudo seguro e limpo! Use Linux, se divirta, evolua e fique certo de que não corre riscos de cair dentro do Alto Comando das Forças Armadas hahahahahaha!

A bem da verdade, esta história faz parte dum banco de pequenas histórias controladas por um programa chamado fortune que usualmente vem instalado nas distribuições Linux. Se não estiver, e se você estiver usando uma distribuição baseada no Debian, digite

sudo apt-get install fortune

e siga as instruções como nos 3 envelopes!

Ditadores e suas vergonhosas sinas.

Salazar, até morrer, em 1970, continuou a receber visitas como se fosse ainda Presidente do Conselho, nunca manifestando sequer a suspeita de que já o não era − no que não era contrariado pelos que o rodeavam. Mas ainda não foi julgado, como merece, pelos crimes que cometeu contra a Humanidade.

Franco escapou ileso dos seus crimes contra a Humanidade porque enfiou um reinado no rabo dos espanhois que se ocupou de protegê-lo e
deixar morrer sem julgamento. Ainda não foi julgado, como merece,
pelos crimes que cometeu contra a Humanidade.

Pinochet conseguiu manter-se como o mais alto responsável pelas Forças Armadas do país, até Março de 1998, altura em que passou a ocupar o cargo, por ele criado, de senador vitalício no Congresso chileno, ao qual renunciou em virtude dos problemas de saúde e das diversas acusações de violações aos direitos humanos. Seus últimos anos não foram fáceis, viajou para Inglaterra mas não pode passeiar e fazer compras nas lojas de Londres porque um pedido internacional de prisão foi lançado contra ele fazendo com o que democrático governo inglês o mantivesse protegido sob prisão domiciliar enquanto conseguiram que a justiça levantasse o pedido de prisão e assim, depois de quase 500 dias ele retornou ao Chile sem grandes benefícios para o passeio e terminou morrendo sob prisão domiciliar, mas ainda não foi julgado, como merece, pelos crimes que cometeu contra a Humanidade.

Somoza morreu assassinado por um opositor da ditadura. Em 1955, a constituição foi modificada para permitir que ele pudesse concorrer a um novo mandato. Pouco depois de ser nomeado, foi atingido por um tiro no peito, em 21 de Setembro de 1956, disparado pelo poeta Rigoberto López Pérez na cidade de León, e morreu dias após ser removido para um hospital na Zona do canal do Panamá. Seu filho mais velho, Luis Somoza, o sucedeu. Mas não foi julgado, como merece, pelos crimes que cometeeu contra a Humanidade.

Ferdinando Marcos ditador das Filipinas, em 1986, foi declarado oficialmente vencedor das eleições, mas suspeitou-se a nível nacional e internacional de fraude eleitoral maciça, tendo-se o exército, então, dividido e Marcos fugido para o Havaí (já no curso da chamada Revolução de Edsa ou Revolução do Poder Popular[1] ) subindo ao poder Corazón Aquino, a viúva de Benigno Aquino, um dos seus grandes opositores. Mas não foi julgado, como merece, pelos crimes que cometeu contra a Humanidade, entretanto terminou os seus dias exilado numa pequena colônia americana, Havai, uma vez que o governo americano não podia admitir a sua presença no território continental.

Castelo Branco o golpista de 1º de abril de 1964, cujo ministro da Guerra de Castello Branco, e seu futuro sucessor, Costa e Silva, pertencia à chamada “linha dura”, mais ligada aos serviços de inteligência dos Estados Unidos, de quem recebia orientações e fundos. Morreu, logo após deixar o poder, em um acidente aéreo (mal explicado pelos inquéritos militares) ocorrido em 18 de julho de 1967: um avião Lockheed T-33 da Força Aérea Brasileira teria atingido a cauda do avião Piper PA-23 Aztec no qual Castelo Branco viajava, o que fez com que o Piper caísse.[23][24][25] O corpo do Marechal Castelo Branco foi sepultado no cemitério São João Batista na cidade do Rio de Janeiro, onde ficou até 1972, quando transferido ao Monumento-Mausoléu Castelo Branco (Fortaleza). Ele e os outros ditadores que o sucederam ainda não foram julgados, como merecem, pelos crimes que cometeram contra a Humanidade.

Videla passou apenas cinco anos na prisão. Em 1990, o então presidente Carlos Saúl Menem fez uso da faculdade presidencial do indulto para ditar sua libertação, junto com a de outros membros de juntas militares e chefes da polícia da Província de Buenos Aires e do dirigente montonero Mario Eduardo Firmenich, através dos decretos 2741/90 e 2742/90. Menem argumentou ser necessário “superar os conflitos passados” para justificar sua atitude. Em 1998, Videla regressou à prisão, por curto período, pois um juiz determinara que as questões de subtração de menores durante a chamada Guerra Suja constituíam crimes de lesa humanidade, sendo, portanto, imprescritíveis. O ex-presidente passou 38 dias na Prisão de Caseros até que lhe foi concedido o direito à prisão domiciliar, em atenção à sua idade. Este foi um dos criminosos contra a Humanidade que foi julgado e condenado como em algum momento todos os demais também o serão.

Amnesty International primeiro espera o leite derramar depois tenta juntar!

Oi, ,tudo bem?   Claro que não!  Afinal durante toda a campanha eleitoral eu estive criticando a Amnesty Internacional porque havia um prisioneiro político.  E a Amnesty Internacional deu de ombros.  Aparentemente a Amnesty Internacional precisa que exista um problema para que ela fature em cima do problema.  Se não houverem prisioneiros políticos às dezenas, para que mesmo existiria a Amnesty Internacional.  Então a Amnesty Internacion torceu para houvesse golpe no Brasil para que ela agora apareça como protetora dos desvalidos!  hahahahaha!
Juntos, enfrentamos o desafio de proteger os direitos humanos no Brasil? E porque não se juntou conosco para evitar o golpe?  porque não se juntou conosco para denunciar que Luís Inácio Lula da Silva é um prisioneiro político e exatamente quem tinha um caudal eleitoral que poderia enfrentar o golpe que finalmente chegou e se instalou pela via eleitoral?  Agora Amnesty Internacional chegou para juntar o leito que derramou?
O “presidente eleito” fez campanha suja, com caixa 2, criminosa, e Amnesty Internacional não podia ignorá-lo,  tinha uma agenda abertamente anti-direitos humanos e frequentemente fez declarações discriminatórias sobre diferentes grupos da sociedade, e Amnesty Internacional não podia ignorá-lo, Sua eleição como presidente do Brasil representa um enorme risco para os povos indígenas e quilombolas, comunidades rurais tradicionais, pessoas LGBTI, jovens negros, mulheres, ativistas e organizações da sociedade civil, caso sua retórica seja transformada em política pública”.

Agora a Amnesty Internacional tem uma razão para sua existência, ela precisava que o golpe se instalasse,  que potencialmente houvessem os problemas com os direitos humanos para que a Amnesty Internacional mostrasse que ela poderia servir para alguma coisa!  hahaha!  Um pouco tarde!  Os apolíticos, os que se omitiram nas eleições, os que se deixaram enganar pelo propagando de caixa 2 que devem agora apoiar a Amnesty Internacional para apaziguarem mutuamente suas consciências de seres apolíticos.

Vamos nessa?
A nossa mobilização já mostrou ao que veio e que tem muito poder de frear retrocessos! 
Lembra do potencial da nossa campanha Direitos Não se Liquidam no ano passado? Com nossa mobilização e de outros movimentos da sociedade civil conseguimos, por exemplo, o adiamento da votação sobre a redução da maioridade penal e a não aprovação do relatório sobre a PEC 181 de 2015, que criminaliza o aborto nos casos previstos na legislação brasileira.
Ou seja, quanto mais lutamos, mais ganhamos. 
Já estamos preparando as bases para ampliar nossa mobilização e pressão sobre as autoridades em 2019, a fim de garantir que o futuro do Brasil tenha menos retrocessos e mais justiça e liberdade. Mas precisamos do seu apoio e doação para nos fortalecermos e atuarmos juntos por nenhum direito a menos!

Vem com a gente! Some sua voz a essa luta por direitos! Mostre que você se importa com direitos humanos!

Quero doar para a Anistia Internacional

Apesar de você

Apesar de você – Chico Buarque

Hoje você é quem manda
Falou, tá falado
Não tem discussão, não
A minha gente hoje anda
Falando de lado
E olhando pro chão, viu

Você que inventou esse estado
E inventou de inventar
Toda a escuridão
Você que inventou o pecado
Esqueceu-se de inventar
O perdão

Apesar de você
Amanhã há de ser
Outro dia
Eu pergunto a você
Onde vai se esconder
Da enorme euforia
Como vai proibir
Quando o galo insistir
Em cantar
Água nova brotando
E a gente se amando
Sem parar

Quando chegar o momento
Esse meu sofrimento
Vou cobrar com juros, juro
Todo esse amor reprimido
Esse grito contido
Este samba no escuro

Você que inventou a tristeza
Ora, tenha a fineza
De desinventar
Você vai pagar e é dobrado
Cada lágrima rolada
Nesse meu penar

Apesar de você
Amanhã há de ser
Outro dia
Inda pago pra ver
O jardim florescer
Qual você não queria
Você vai se amargar
Vendo o dia raiar
Sem lhe pedir licença
E eu vou morrer de rir
Que esse dia há de vir
Antes do que você pensa

Apesar de você
Amanhã há de ser
Outro dia
Você vai ter que ver
A manhã renascer
E esbanjar poesia
Como vai se explicar
Vendo o céu clarear
De repente, impunemente
Como vai abafar
Nosso coro a cantar
Na sua frente

Apesar de você
Amanhã há de ser
Outro dia
Você vai se dar mal
Etc. e tal
Lá lá lá lá laiá

Ações do ANDES-SN diante da conjuntura – unificar para resistir

Unificar para resistir. Este é o lema que os docentes de todo o país devem assumir para enfrentar os ataques contra a categoria, a educação e o serviço público. Quando falamos ataques, nos referimos aos direitos e conquistas da categoria e da classe trabalhadora, mas também aos ataques físicos e morais que têm ocorrido em diferentes partes do Brasil.

 

ANDES_x_FASCISMO.png

 

A conjuntura se acirrou. A eleição, pelo voto direto, de um projeto de país que tem como base a privatização, a terceirização e o desmonte dos serviços públicos está trazendo uma série de ataques aos direitos da classe trabalhadora. Entre esses ataques, se destacam aqueles contra as universidades públicas.

Nossos desafios são muitos, e é necessário construir a mais ampla unidade em defesa das liberdades democráticas, dos serviços públicos, da liberdade de expressão dos professores e da Universidade Pública, Institutos Federais e Cefets.

Confira abaixo as ações realizadas, as que estão em curso e as planejadas para defender o patrimônio da sociedade, a Universidade Pública, bem como a liberdade de expressão do (a)s docentes.

– Publicou inúmeras notas de repúdio às perseguições e de solidariedade aos/às perseguido(a)s (Circulares nº 290, 304, 305, 306, 336, 342, 351, 359, 362 e 366) ;

– Publicou um conjunto de cards denunciando os ataques que a educação estava sofrendo;

– Publicou um conjunto de cards denunciando as agressões sofridas por professore(a)s, estudantes e outras pessoas, motivadas pelo discurso de ódio;

– Realizou reunião conjunta do setor das federais e estaduais/municipais, indicando rodada de assembleia nas bases, para deliberar a posição do ANDES-SN no segundo turno das eleições (Circulares nº: 325, 339, 340 e 351);

– Realizou uma coletiva de imprensa para denunciar as ações de diferentes esferas da justiça, inclusive as ações coordenadas do TRE às vésperas do segundo turno das eleições (Circulares nº 364 e 365);

– Ingressou como Amicus Curiae na ADPF 548 que tratou da liberdade de expressão dentro das Universidades. Na audiência, o ANDES-SN realizou sustentação oral e na sua peça jurídica citou a deputada eleita de Santa Catarina, que tem estimulado a perseguição à(o)s docentes, provocando os ministros a se pronunciarem sobre o caso (Circular nº 372);

– Realizou reunião com entidades nacionais no dia 23 de outubro, para construir alternativa para a organização do(a)s trabalhadore(a)s nesse momento. A proposta é a construção de uma Frente/Fórum Nacional em Defesa da Democracia;

– Orientou as seções sindicais e as secretárias regionais a construir frentes locais antifascistas e/ou a favor da democracia;

– Elaborou orientações gerais para o(a)s docentes se protegerem nos casos de ataques (Circular nº 376);

– Solicitou reunião com ANDIFES, ABRUEM e CONIF. A reunião com a ANDIFES ocorreu no dia 6 de novembro (Circular nº 381);

– Solicitou parecer ao DIAP e à Assessoria Jurídica Nacional do texto “Carta à Nação Brasileira”, da bancada evangélica com propostas para o novo governo;

– Deliberou-se no setor das federais que as seções sindicais cobrem dos Conselhos Universitários posição em defesa da Universidade Pública e pela liberdade de cátedra e realizem uma rodada de assembleias gerais para deliberar, entre outras ações, pelo Dia Nacional em Defesa da Educação e a realização de uma reunião conjunta do setor das federais e estaduais/municipais, no dia 2 de dezembro (Circular nº 379);

– Está rearticulando, juntamente com outras entidades da educação, a Frente Nacional Escola Sem Mordaça para atuação imediata (Circular nº 380);

– Está realizando reuniões semanais com entidades nacionais da educação para a construção de ação unitária em defesa da educação pública a ser realizado no início de dezembro, o que está sendo chamado de Dia Nacional em Defesa da Educação;

– Está redimensionando o Seminário Interno de Reorganização da Classe, deliberado pelo 63º CONAD, para debater a conjuntura e os desafios diante do novo governo. O seminário vai acontecer em Brasília nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro;

– Está elaborando ações de comunicação em defesa da Universidade Pública;

– Criação de grupo de advogado(a)s para produzir material sobre as questões relacionadas a perseguição de docentes e escola sem partido;

– Solicitação de audiência com o(a)s ministro(a)s do STF para tratar dos Projetos Escola sem Partido, Autonomia das Universidades Públicas e Liberdade de cátedra do(a)s docentes;

– Vai intensificar a Campanha de sindicalização com o mote: “Não fique só, venha para o sindicato”.

Você que não gosta nem um pouco do PT mas que tá assustado com o fascismo!

Amigo, se não for o seu caso, envie para outro que você sabe que seria o caso,
Em nome da democracia!

Você que não gosta nem um pouco do PT mas que tá assustado com o outro candidato

SEU VOTO É SECRETO!

Chega na urna, tapa o nariz, vota 13 e corre!

Ninguém precisa saber, nem eu, nem seus amigos, nem sua família!

Se perguntarem você diz que anulou e segue sua vida antiptista!

Mas não ajuda o fascismo a se inserir no nosso Brasil, né!

E a democracia agradece!

E eu também com um abraço amigo!